Fórum do CCT

Na busca pela colaboração de empresas, de outras instituições de ensino e de parceiros para o fomento de ações e iniciativas que proporcionem acordos de cooperação científica e tecnológica, o Centro de Ciências e Tecnologia (CCT) do Centro Universitário Serra dos órgãos (UNIFESO) realizou, de 10 a 13 de novembro, o IV Fórum de Produção Acadêmica. Entre os objetivos estava criar um ambiente motivador para apoiar ideias, visando utilizar o conhecimento a serviço da sociedade e do desenvolvimento econômico regional. O tema “Inovação Tecnológica: o Capital Intelectual para o Desenvolvimento Social” e as atividades como minicursos, oficinas, maratonas, palestras, mesas-redondas, apresentação de pôsteres e até uma gincana foram grandes atrativos do evento, que reuniu estudantes e professores do UNIFESO, e recebeu a presença de estudantes do ensino médio, especialistas convidados e autoridades da educação municipal.

A estudante Luana Marinho de Oliveira, do terceiro período de Engenharia de Produção, participou da subcomissão do Fórum, na qual os estudantes também tiveram o seu espaço para dar sugestões, indicar palestras e possíveis atividades. Segundo ela, a Instituição teve uma grande dedicação para desenvolver o evento, criando uma estratégia para tornar as atividades mais atrativas e interativas para todos os cursos do CCT. “A proposta foi muito interessante porque incentivou uma participação intensa dos alunos e a interação entre os cursos. Nessas atividades, os estudantes tiveram a oportunidade de aprofundar, testar e colocar em prática seus conhecimentos. Achei muito interessante o CCT adotar este envolvimento do aluno”, ressaltou a estudante.

A discussão sobre os temas abordados nas atividades não se limitou às salas de aula. Nos corredores, alunos dos diversos cursos cultivavam discussões e, com entusiasmo, trocavam cada conhecimento novo e ideias adquiridas. Uma proposta da organização do Fórum que foi aprovada pelos estudantes. “O tema envolveu todos os cursos e estava bem diversificado. Mas o que mais me chamou a atenção foi a gincana, que forçou os participantes a trabalhar em grupo e criar estratégias”, apontou o estudante Vinícius dos Santos Honorato, do terceiro período de Engenharia de Produção. Junto com a estudante Luana, ele participou da 1ª Gincana Tecnológica. Segundo a dupla, a atividade exigiu que os estudantes participassem das demais atividades do evento em busca de pistas e informações, o que aumentou ainda mais o interesse dos alunos.

Quem saiu na frente nesta disputa foram as duplas Bruno Alves de Medeiros e Eduardo Ferreira, com o primeiro lugar; Hermano Lourenço Souza Lustos e Gustavo Pimentel de Medeiros, no segundo lugar, que levaram como premiação smartphones. O terceiro e quarto lugar foram individuais, garantidos a Vinicius dos Santos Honorato, e Moises do Amaral Baddini, respectivamente, que também saíram da gincana com novos celulares.

“Neste Fórum tratamos a inovação tecnológica nos temas das atividades e, coerentemente, vivenciamos inovações em sua estrutura operacional: os crachás dos participantes foram personalizados com QR-codes que podiam ser decodificados por câmeras de celulares e foram utilizados para registrar automaticamente a frequência nas atividades; a Gincana Tecnológica promoveu a integração entre estudantes de diferentes cursos do CCT; e tivemos uma cobertura em vídeo, feita através da câmera de um celular e transmitida em tempo real pelo site www.teresopolis.com.br. Enfim, tivemos um estímulo ao empreendedorismo inovador e, como desdobramento, pretendemos criar com estudantes e professores um banco de ideias inovadoras no CCT, potencializando a implementação de futuros projetos”, contou o professor Wagner Vianna Bretas, diretor do CCT.