Falta engenheiro civil no mercado

O Sistema Nacional do Emprego (SINE) apontou que a carreira de Engenharia Civil está com poucos profissionais no mercado de trabalho. De acordo com o estudo, a profissão esteve em crise nas décadas de 80 e 90, e daí decorre a atual carência. O engenheiro civil projeta, gerencia e acompanha todas as etapas de uma construção ou reforma. Sua atuação inclui a análise das características e capacidade de carga do solo, definição dos tipos de fundação e adequação do projeto ao local. No canteiro de obras, ele chefia as equipes de trabalho, supervisionando prazos, custos, padrões de qualidade e de segurança.

“O mercado do engenheiro civil inclui grandes e pequenas construtoras, companhias de infraestrutura e de saneamento, órgãos públicos, empresas de consultoria e de projetos, indústrias de diversos ramos, pesquisa e docência, além da possibilidade de ser profissional autônomo e atuar nas áreas de projetos, perícias e avaliações e execuções de obras e serviços”, explica o professor Heleno da Costa Miranda, coordenador do curso de Engenharia Civil do UNIFESO.

O curso de Engenharia Civil do UNIFESO articula a teoria à prática e incentiva a utilização de metodologias ativas de aprendizagem e de trabalhos colaborativos. Assim, o perfil do estudante é o de um profissional proativo, com visão econômico-social, política e ambiental, capaz de conduzir ações fundamentadas na moral e na ética. O UNIFESO possui acordos de cooperação técnica com diversas instituições, tais como o Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia (COPPE-UFRJ) e ainda convênios para realização de estágio com diversas empresas.

“O curso de Engenharia Civil tem como princípio, formar profissionais comprometidos com o desenvolvimento regional e aptos a enfrentar os desafios inerentes às peculiaridades da região serrana, para tanto, formará profissionais generalistas, porém com um forte conteúdo de conhecimentos geotécnicos fundamentais para uma plena atuação”, destaca o professor Heleno da Costa Miranda.